Nem discada, nem banda larga: quântica

8 de fevereiro de 2019 Posted by Tecnologia, Tendências 0 thoughts on “Nem discada, nem banda larga: quântica”

Internet quântica, embora ainda incipiente, é promessa de mais segurança e melhor desempenho na rede.

Entre os avanços que prometem elevar a tecnologia a outros patamares está a computação quântica, da qual já falamos neste post. A evolução no conhecimento e na capacidade de lidar com as partículas subatômicas abrem perspectivas muito promissoras, embora ainda distantes.

Além de incrementar a capacidade de armazenamento e processamento de informações, cientistas buscam desenvolver também uma internet quântica. Estudiosos da Universidade de Toronto, no Canadá, desenvolveram um protótipo de um sistema que pode ser a base para essa futura modalidade da rede.

Um dos principais ganhos da internet quântica seria em matéria de segurança, pela sua natureza peculiar de transmissão de dados. Por meio de uma técnica chamada de quantum key distribution (QKD), baseada no fato de que qualquer tentativa de interferência num sistema quântico perturba todo este sistema, seria fácil detectar invasões ou interceptações.

Ainda testada em escala reduzida, a tecnologia se vale dos cabos de fibra óptica para transpor distâncias. Para tal, atualmente é preciso utilizar ao longo do cabeamento os chamados repetidores, equipamentos que devolvem aos impulsos a velocidade e a intensidade perdidas no caminho. Contudo, os repetidores hoje existentes têm vários problemas: são complexos e caros, só operam em temperaturas criogênicas (inferiores a -150 graus Celsius) e ainda apresentam grandes níveis de falha.  

O time comandado pelo professor Hoi-Kwong Lo agora desenvolve outro modelo de repetidores, chamado “all-photonic quantum repeater”. “Como esses repetidores são totalmente ópticos, eles oferecem vantagens que os repetidores tradicionais não oferecem. Por exemplo, esse método pode funcionar à temperatura ambiente”, afirma.

Ao que tudo indica, é um passo importante que nos aproxima de mais uma revolução em nossa vida conectada.

Tags: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog de ideias da GoToData

Compartilhe

Facebook
Twitter
LinkedIn